Dominar a complexidade do fulfillment é fundamental para capitalizar as oportunidades de crescimento que o e-commerce apresenta.

A maioria dos consumidores não faz ideia do que acontece entre o momento em que clicam em “confirmar encomenda” até que a sua encomenda lhes é entregue. Ficariam impressionados com a complexidade que um simples clique gera e com a habilidade que os centros de logística e as empresas de transporte têm para transformar esse mesmo clique numa encomenda bem sucedida.

Quando trabalhamos num centro de distribuição de e-commerce sabemos o quão difícil se poder tornar esta tarefa. A realidade para os responsáveis da cadeia de abastecimento é que o e-commerce aumentou exponencialmente a complexidade da distribuição. O que parece simples do lado de fora é extremamente difícil por dentro.

Primeiro temos o desafio do inventário. O e-commerce forçou os retalhistas a expandir os seus inventários de tal forma que há uma sobrecarga da capacidade de armazenagem. Esta sobrecarga pode aumentar os tempos de atendimento, uma vez que é necessário navegar por mais produtos até chegar ao certo. Estratégias inteligentes de colocação de produto podem reduzir este tempo de atendimento, mas isso pode ser difícil de manter à medida que a requisição de produtos muda. Para as organizações que oferecem suporte à distribuição omnichannel o desafio é ainda maior, uma vez que tem de gerir inventário e transporte entre os vários canais.

De seguida temos a velocidade com que os pedidos devem ser atendidos. Os consumidores são cada vez mais exigentes, querem fazer a encomenda hoje e receber amanhã. Para isso os pedidos têm de ser retirados do armazém e enviados no próprio dia.

Por fim, temos as preocupações com a distribuição nas grandes urbanizações, o congestionamento, as portagens para entrar nas áreas urbanas e as preocupações ambientais em relação à pegada de carbono do transporte são fatores que tem um impacto significativo.

Ao dominar estes desafios, vamos criar uma diferenciação competitiva, abrir novos mercados e aumentar os lucros.

Apesar de ser reconhecido hoje em dia como um impulsionador do principal crescimento dos negócios, o e-commerce desempenhou um papel significativo para algumas cadeias de abastecimento durante os últimos quinze anos. Além disso, estas mesmas cadeias lidam há vários anos com a venda à distância por catálogo ou correspondência, com a qual adquiriram uma vasta experiência e criaram métodos de trabalho que mais tarde se adaptaram ao e-commerce, minimizando os custos de infraestrutura, reduzindo tempos de entrega e elevando o nível do serviço de atendimento.

Na Ship4you dominamos a venda à distância e o e-commerce. Entre em contacto connosco para saber de que forma podemos impulsionar o seu negócio.