Retalhistas despertam para o valor da visibilidade da cadeia de abastecimento.

As exigências do consumidor trazem uma complexidade adicional à área do retalho. A Zetes explica porquê.

A falta de visibilidade está a afetar a performance das organizações e os principais problemas que surgem são:

- níveis de inventário excessivo;

- aumentos do desperdício;

- perda de vendas devido à indisponibilidade de produtos;

- falta de alertas em tempo real para minimizar potenciais ruturas;

- identificar devoluções como stock disponível.

De acordo com o estudo realizado pela Sapio Research:

- 94% dos inquiridos não dispõem da visibilidade ideal;

- 87% concorda que uma cadeia de abastecimento totalmente visível com atualizações em tempo real pode conceder uma vantagem competitiva a uma organização;

- 71% refere que a ausência de visibilidade da cadeia de abastecimento teve um efeito negativo nos seus negócios.

Segundo Amir Harel, diretor geral de Soluções de Visibilidade da Zetes:

“o objetivo da visibilidade consiste em adquirir um melhor controlo e desbloquear o potencial da performance. (…) Sem esta, os retalhistas debatem-se por alcançar as grandes conquistas associadas às melhorias relativas aos desperdícios, disponibilidade na prateleira, desempenho dos fornecedores e envolvimento dos clientes. (…) Com os conhecimentos adequados dos processos relativos à cadeia de abastecimento e de como sincronizar os fluxos de dados físicos e digitais entre sistemas, é possível alcançar rapidamente o retorno do investimento com o mínimo de complexidade e investimento em tecnologia”.