Portugal exportador está bem e recomenda-se.

E a Ship4you é um excelente exemplo disso mesmo.

O sector do E-commerce foi um dos que mereceu destaque na 13ª edição do Portugal Exportador, que decorreu no Centro de Congressos de Lisboa, a 14 de novembro. Este segmento da economia terá importância capital nos próximos anos e o seu valor atingirá os 4.800 mil milhões de dólares, segundo Marta Jorge, da Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal. “As empresas que não aproveitam esta mudança vão reduzir margens ou perder oportunidades de crescer”, alertou a responsável, antes de indicar Alemanha, Reino Unido, França e Estados Unidos da América como principais mercados para Portugal, ou não fossem todos eles destinatários dos serviços da Ship4you.

No evento, António Ramalho, CEO do Novo Banco, fez ainda um alerta. “Empresas exportadoras crescem três vezes mais, têm uma margem líquida superior e, do ponto de vista do risco, são 30% mais seguras ao nível da capitalização”, explicou ao ‘Dinheiro Vivo’, antes de Eurico Brilhante Dias, secretário de Estado da Internacionalização, apoiar “uma nova onda de crescimento das exportações”. Além do e-commerce, também os sectores do automóvel e do agroalimentar foram destacados no evento. A indústria agroalimentar nacional emprega 112 mil pessoas e apresenta um volume anual de negócios na ordem dos 17 mil milhões de euros, tendo ainda margem para evoluir. “O país deve mobilizar-se para encontrar novas oportunidades e novos canais de escoamento”, afirmou Amândio Santos, presidente da Portugal Foods.

A trabalhar habitualmente com 16 destinos estrangeiros, a Ship4you é também um bom exemplo no que toca ao mercado da exportação.