Há novas regras para os pagamentos no comércio eletrónico.

Vêm aí novas regras para os pagamentos por comércio eletrónico e as vantagens prometem ser muitas. Fixe estas siglas: PSD2, SCA e EMV 3D-Secure.

Enquanto há alguns anos, a Mastercard acreditava que os pagamentos iam deixar de ser com dinheiro e passar para os cartões, hoje defende que vão poder ser feitos com qualquer equipamento com ligação à internet. No entanto, haverá regras.

Em declarações no Business Breakfast, organizado em parceria com a Acepi, o diretor-geral da MasterCard Portugal, Paulo Raposo, considera que “o discurso em redor da PSD2 costuma ser muito direcionado para os bancos, mas em última instância vai impactar o negócio dos retalhistas” uma vez que são eles o principal contacto para os consumidores.

Estes temas foram discutidos no Business Breakfast, que surgiu com o objetivo de dar a conhecer o que traz de novo a segunda versão da diretiva europeia de serviços de pagamentos assim como outras normas a entrar em vigor em breve no online: a Strong Customer Authentication (SCA) e o protocolo EMV 3D-Secure, que trarão vantagens e desafios comerciais.

Christophe Hilbring, responsável pela área de Product Management & Innovation – Enterprise Security Solutions da Mastercard, e também presente no evento, considera mesmo que “há grandes transformações a acontecerem no espaço digital com o facto de termos novos players e novas práticas de comércio criadas. Por isso, a Comissão Europeia decidiu desenvolver um quadro legal para inovar, mas também criar mais concorrência entre bancos”.

Se não sabe em que consiste, a PSD2 é uma Diretiva Europeia de Serviços de Pagamento que entrou em vigor em 2016 com o objetivo de criar um quadro legal que estabelece regras para abrir e dar acesso a contas bancárias de uma forma segura. O objetivo passa por melhorar a experiência de compra do utilizador e, dessa forma, aumentar a sua taxa de conversão. Além disso, pretende também reduzir a fraude nas compras online.

Esta nova norma obriga então a requisitos de autenticação forte através da SCA mas também facilita o conceito de transação recorrente, não sendo necessário autorizar uma transação habitual.

Quanto às especificações EMV 3-D Secure permitirão que qualquer dispositivo aceite pagamentos in-app e via wallets ou simplifique a integração com a loja.

Como vê, estas siglas podem ser de difícil memorização mas vão ajudá-lo no futuro a fazer compras online de uma forma mais rápida, mas também mais segura.