Proteja-se contra vírus como este que está a assolar empresas de todo o mundo.

Chama-se WannaCry e já se contam 200 mil empresas de 150 países que foram afetadas por este vírus em todo o mundo.

Quer saber o que pode fazer para impedir que o seu computador seja atacado, protegendo toda a informação que tem dentro dele?

Pode parecer-lhe uma tarefa difícil, mas vai perceber que está perfeitamente ao seu alcance e irá, no mínimo, poupar-lhe uma grande chatice.

O jornal online Observador fez um apanhado dos melhores conselhos que deve seguir para combater este vírus que encripta os ficheiros do computador para que, depois, os hackers que o propagaram, peçam um resgate financeiro em bitcoins (moedas virtuais). Eis alguns deles:

Manter o sistema operativo sempre atualizado: os maiores afetados pelo WannaCry foram pessoas que não tinham a mais recente versão do sistema operativo da Microsoft. É importante não ignorar as atualizações que o seu computador pede e convém sempre confirmar se tem alguma pendente através do Windows Update.


Ter um backup: tenha toda a informação importante do seu computador guardada noutro local para que a possa recuperar sempre que necessário. Um disco externo ou a cloud são os mais utilizados para o armazenamento. Mas tente fazê-lo regularmente, pelo menos uma vez por semana, pois nunca se sabe quando este tipo de ataques vai acontecer.


Ter um bom antivírus: Rodrigo Adão Fonseca, responsável pela empresa de segurança Vision Ware, considera esta uma das regras mais básicas. Ah, e garanta que a versão que tem no seu computador é a mais recente!


Veja bem onde vai clicar: muita atenção! Não abra ficheiros ou links suspeitos, principalmente se vierem de pessoas desconhecidas. E, mesmo que seja de alguém que conheça mas achar a linguagem utilizada pouco familiar, contacte esse amigo para confirmar se foi mesmo ele que lhe enviou a informação. Se não foi, apague. Sem sequer abrir, claro!


Tem uma empresa?

Previna-se: quando falamos de empresas e não de computadores pessoais, a situação é um pouco mais complicada e Rodrigo Adão da Fonseca diz, no Observador, que “há também uma grande falta de preocupação para o que é a segurança de informação”. Mas a melhor forma de uma empresa inteira se proteger é através da “prevenção”, tendo uma “infraestrutura organizada” em detrimento de “sistemas de produção obsoletos” como ainda hoje se verifica em muitas empresas.


Planos de contingência e de gestão de crise: é muito importante que as empresas também tenham backups das informações e ficheiros. Mas, além disso, devem ainda saber o que fazer e como reagir a determinada ameaça pois elas nunca são iguais.


O que fazer se for atacado?

Teve todo o cuidado e, mesmo assim, foi atacado por um vírus como o WannaCry? Não é, de todo, impossível que isso aconteça porque hoje em dia os sistemas 100% seguros não existem. A VisionWare diz-lhe o que deve fazer:

Desligar o computador da rede: se for atacado, o mais provável é que lhe apareça uma mensagem no ecrã a exigir um resgate. Se isso acontecer, desligue imediatamente o dispositivo da rede para impedir o “contágio” dos outros computadores a ela ligados. Aliás, mesmo que a mensagem não lhe tenha aparecido mas detetar algo de suspeito, desligue-o da rede.

Avise as autoridades: o passo seguinte passa por contactar as autoridades e explicar o sucedido. Seja um caso grave como o WannaCry, ou algo menor, as autoridades responsáveis saberão como impedir que o vírus se alastre.

Pedir ajuda especializada: recorra a técnicos especializados para analisarem o que aconteceu com o seu computador assim como com a sua rede. Não tente solucionar o problema sozinho pois não saberá o que fazer.